Suíça acorda no 2º tempo, bate Camarões e salta à frente no grupo do Brasil


Os africanos dominaram a etapa inicial, mas não conseguiram marcar e foram punidos pelos europeus no fim

Suíça 1 x 0 Camarões
Gols: Breel Embolo (2 minutos do 2º tempo)

Camarões jogou melhor, teve as principais chances, mas ficou no quase no primeiro tempo. Na volta do intervalo, a Suíça, enfim, entrou no jogo e não perdoou ao abrir o marcador com Embolo para garantir a vitória de 1 a 0 nesta quinta-feira, na abertura do Grupo G da Copa do Mundo FIFA. Brasil e Sérvia entram em campo logo mais para completar a chave.

Com o resultado, os africanos amargaram a oitava derrota consecutiva em Mundiais e continuam sem vencer desde 2002. Os europeus, por sua vez, largam bem para tentar chegar mais uma vez à fase de mata-matas. Nas últimas cinco participações, conseguiram o feito quatro vezes.

Na próxima segunda-feira, Xherdan Shaqiri e companhia voltam a campo para medir forças com o Brasil enquanto que os comandados de Rigobert Song farão confronto decisivo contra a Sérvia.

Momento chave

Embalado pelo recém-naturalizado Bryan Mbeumo, que fez a sua estreia pelo país em setembro, Camarões levou mais perigo em lances individuais e teve pelo menos grandes chances para abrir o placar no primeiro tempo. Primeiro com Toko Ekambi, depois com Mbeumo e, por fim, com Martin Hongla. A Suíça conseguiu chegar somente no fim, em cabeçada de Manuel Akanji para fora após escanteio.

Logo na volta do intervalo, os helvéticos giraram a bola de um lado para o outro e, depois de cruzamento, Embolo, que nasceu em Camarões, inaugurou o marcador. A partir disso, o duelo ficou mais franco e com ataques dos dois lados. Os suíços ameaçavam mais, ainda assim: o goleiro André Onana fez milagre em chute à queima-roupa de Rúben Vargas e depois Embolo quase marcou de novo. Haris Seferovic também desperdiçou chance de ouro nos descontos.

Número

Embolo é o segundo jogador a balançar as redes contra o seu país de nascimento em toda a história da Copa do Mundo FIFA. O atacante de 25 anos do Monaco optou por não comemorar. O primeiro atleta a marcar contra a sua terra natal foi o alemão Alfred Bickel pela Suíça em 1938.

Craque do jogo

Com cinco defesas de dentro da área, Yann Sommer parou Camarões e ajudou a garantir a vitória magra de 1 a 0 da Suíça na abertura do Grupo G. O goleiro de 33 anos, que se recuperou de lesão pouco antes da partida, foi eleito o melhor em campo.

Postar um comentário

0 Comentários