Quem é Paulo Turra, que será o substituto de Felipão no Athletico-PR em 2023

 
O Athletico-PR viveu um final de semana de grandes emoções. Além da despedida de Luiz Felipe Scolari, que anunciou sua aposentadoria da carreira de técnico, e de conseguir vaga novamente para a Conmebol Libertadores, o Rubro-Negro ainda fechou o Campeonato Brasileiro com chave de ouro e confirmou quem será o seu treinador no próximo ano: o agora ex-auxiliar Paulo Turra, profissional que já vinha trabalhando com Felipão no clube.

Além de Turra, o Furacão vai dar sequência aos trabalhos de Carlos Pracidelli e Wesley Carvalho, que seguirão na comissão técnica da equipe. É válido notar que esses três profissionais já auxiliavam Felipão no cotidiano da equipe. E detalha, Scolari também seguirá no clube, mas com outra função: diretor técnico.

"Eu vou parar como treinador, o novo comandante deve ser o Paulo Turra, serei o diretor técnico, um cargo novo, que não conheço muito bem, mas que vou procurar aprender o mais rápido possível. "

- declarou Felipão.

Mas, afinal, quem é Paulo Turra?

Aos 48 anos, Paulo Turra foi jogador de futebol e atuou como zagueiro em times como Botafogo e Palmeiras, além de outras equipes de menor expressão dentro e fora do Brasil. Sua última equipe foi o Avaí, onde se aposentou há cerca de 15 anos, em 2007.

Dois anos após se aposentar dos gramados, já em 2009, o futuro comandante do Athletico deu início a sua carreira de treinador. De lá para cá, ele somou experiências em times como Novo Hamburgo, Caixas e Cianorte, onde realizou seu último trabalho como treinador principal, em 2016.

Após seis anos somando trabalhos como auxiliar de Felipão, com quem trabalhou no Guangzhou FC (China), Palmeiras, Cruzeiro e Grêmio, além do Athletico, Turra vai embarcar em uma nova aventura solo. O treinador, vale citar, está completando 49 anos nesta segunda-feira, 14.

Já sob o comando de Paulo Turra, o Athletico vai disputar quatro competições na próxima temporada: Campeonato Paranaense, Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores.

Postar um comentário

0 Comentários