Lewandowski perde pênalti, Ochoa salva o México e Argentina vira lanterna do grupo na Copa do Mundo

 
Maior artilheiro da história da Seleção da Polônia, Robert Lewandowski perdeu a chance de ampliar sua marca nesta terça-feira (22) ao ver o goleiro mexicano Guillermo Ochoa defender um pênalti cobrado pelo camisa 9 na estreia das equipes na Copa do Mundo, no Estádio 974, em Doha.

Esta foi a melhor chance do jogo que terminou com placar zerado, e assim poloneses e mexicanos somam 1 ponto e estão atrás da Arábia Saudita, líder do grupo C com 3 pontos porque venceu a Argentina por 2 a 1.

O lance mais importante da partida aconteceu no segundo tempo, quando Lewandowski foi derrubado dentro da área em disputa de bola com Héctor Moreno. O mexicano puxou a camisa do rival e ainda levou cartão amarelo.

Inicialmente o árbitro australiano Chris Beath mandou seguir, mas foi alertado pela equipe do VAR e apontou para a marca da cal. O 9 polonês foi para a bola e bateu rasteiro, então Ochoa espalmou com o braço esquerdo e ninguém aproveitou o rebote.

Em geral o confronto foi truncado e morno, com pouca criatividade de ambos os lados. As estatísticas ajudam a resumir o que aconteceu em Doha - foram mais faltas (30) do que finalizações (22, mas apenas cinco delas foram na direção do gol).

O México explorou mais as pontas, mas sem obrigar Szcesny a fazer grandes defesas, enquanto a Polônia abusava dos lançamentos e de cruzamentos. Cada técnico fez três alterações e nem mesmo os sete minutos de acréscimos foram suficientes para tirar o zero do placar.

Lewandowski disputa a segunda Copa do Mundo da carreira. Em 2018 ele disputou três jogos e passou em branco, ou seja, desta vez aumentou para quatro partidas o jejum de gols.

Na próxima rodada, que será disputada no sábado (26), Polônia e Arábia Saudita se enfrentam, enquanto o México encara a Argentina.

Postar um comentário

0 Comentários