Giroud e Mbappé brilham, e França vence a Austrália na estreia da Copa do Mundo


A defesa do título mundial começou com vitória da França. Nesta terça, no Estádio Al Janoub, os atuais campeões estrearam diante da Austrália e, após sair atrás no placar - Goodwin marcou pelos Socceroos -, viraram e venceram por 4 a 1. Os gols de Rabiot e Giroud, ainda no primeiro tempo, deram a tranquilidade para o time de Didier Deschamps administrar a partida. Na etapa final, Mbappé e Giroud, de novo, definiram o resultado.

Os Socceroos, que saíram na frente com um belo gol de Goodwin, não foram páreos. A seleção francesa lidera a chave com três pontos, enquanto a Austrália está na lanterna.

A segunda rodada do Grupo D do Mundial será no sábado, dia 26. Às 7h, Tunísia e Austrália se enfrentam. Às 13h, a França encara a Dinamarca. 

SUSTO E AUSTRÁLIA NA FRENTE!

Lesões em série, "maldição do campeão", baixas: a França estreou na Copa do Mundo com razões para estar ressabiada, e os primeiros minutos da partida contra a Austrália confirmaram o temor. O time de Deschamps não fez um bom início de jogo e os rivais aproveitaram. Em rápida inversão de lado, Leckey recebeu no mano a mano com Lucas Hernandez e o deixou para trás. O cruzamento encontrou Goodwin, que abriu o placar.

Para piorar, Lucas Hernandez foi substituído após lesionar-se sozinho, no lance do gol.

ACELEROU E VIROU RÁPIDO

A reação dos Bleus não foi imediata. A "pegada" no meio de campo não estava ideal, mas, aos poucos, Mbappé e Dembélé, abertos um de cada lado, foram entrando no jogo, acelerando o ritmo da França. Aos 27, já com um ensaio de pressão, Theo - que substituiu o irmão - ficou com o rebote de escanteio e, livre, cruzou para Rabiot deixar tudo igual.

Antes e depois do gol, a verdade é que os Socceroos sequer ameaçaram a meta de Lloris. Assim, não demorou para a virada da França. Cinco minutos depois do empate, a pressão na saída de bola deu certo: Rabiot desarmou e tabelou com Mbappé antes de deixar Giroud na cara do gol: o camisa 9 desencantou após passar a Copa de 2018 em branco.

Antes do intervalo, Giroud, Griezmann, Dembélé, Mbappé tiveram chances de marcar. O time de Deschamps finalizou oito vezes (a Austrália, duas), e 2 a 1 acabou ficando barato.

GOLS SAEM COM A MAIOR NATURALIDADE

O cenário seguiu o mesmo após o intervalo. A França, leve e diante de um adversário retraído, tocou, criou chances e perdeu gols até que, aos 22, Mbappé conseguiu marcar, de cabeça, após cruzamento de Dembélé. Na sequência, o camisa 10 arrancou pela esquerda, deixou o marcador falando sozinho e cruzou para Giroud fazer o quarto do jogo. Um gol histórico para o centroavante, que igualou os 51 de Henry na artilharia dos Bleus.

Com mais de 60% de posse de bola e nenhuma finalização sofrida na etapa final, a França cumpriu seu papel e estreou na Copa do Mundo com uma vitória categórica no Grupo D.

Postar um comentário

0 Comentários