Encerramento da Série B é marcado por acesso do Vasco e rebaixamento do CSA; veja resumo


 Ponto final! A edição mais badalada e glamurosa da Série B, com a presença de seis campeões nacionais, teve seu encerramento oficial na noite deste domingo (6), com a torcida de um gigante do futebol brasileiro tirando da garganta o grito que estava entalado há dois anos: o Vasco sobe!

Deixando de lado o abatimento pela derrota em casa para o Sampaio Corrêa - em jogo que poderia ter selado seu acesso com uma rodada de antecedência -, o Cruzmaltino visitou o Novelli Júnior e sobreviveu a uma batalha cardíaca contra seu rival direto na briga pelo acesso, o Ituano, vencendo o Galo de Itu por 1 a 0 e sacramentando seu retorno à Série A após duas temporadas na Segundona.

Bem longe de Itu, mais precisamente em Belo Horizonte, outro jogo importante rendia cinco gols e um desfecho triste para uma apaixonada torcida do nosso Nordeste: a do CSA. O Azulão chegou à rodada final da Série B com um ponto de frente em relação ao Novorizontino, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, dependendo apenas de si para não cair.

Acontece que a equipe alagoana visitou justamente o campeão Cruzeiro, que não quis saber de poupar esforços em seu último jogo diante de seu torcedor: vitória celeste por 3 a 2, de virada, resultado que acabou decretando a queda do CSA em virtude do triunfo do Novorizontino no outro jogo da rodada.

Resultados da 38ª rodada da Série B:

  • Grêmio 3 x 0 Brusque
  • Náutico 0 x 1 Ponte Preta
  • Criciúma 2 x 0 Tombense
  • Sampaio Corrêa 2 x 1 Londrina
  • Guarani 1 x 0 Chapecoense
  • CRB 1 x 2 Bahia
  • Operário-PR 0 x 3 Novorizontino
  • Cruzeiro 3 x 2 CSA
  • Ituano 0 x 1 Vasco da Gama
  • Vila Nova 0 x 0 Sport

Classificação final da Série B:

Promovidos à Série A

  • 1. Cruzeiro – 78 pontos
  • 2. Grêmio – 65 pontos
  • 3. Bahia – 62 pontos
  • 4. Vasco – 62 pontos

Rebaixados à Série C

  • 17. CSA – 42 pontos
  • 18. Brusque – 34 pontos
  • 19. Operário – 34 pontos
  • 20. Náutico – 30 pontos

Postar um comentário

0 Comentários