Convocados do Catar para a Copa do Mundo 2022; veja a lista

 
O Catar conheceu, nesta sexta-feira, os 26 jogadores convocados para a Copa do Mundo de 2022 no próprio país. Depois de cinco meses de treinamento em conjunto, o técnico espanhol Félix Sánchez formou a seleção que atua integralmente no futebol catari, sendo metade atletas do Al-Sadd. O elenco ainda mescla talentos locais e jogadores naturalizados.

GOLEIROS: Saad Al-Sheeb (Al-Sadd), Meshaal Barsham (Al-Sadd), Yousef Hassan (Al-Gharafa)

DEFENSORES: Pedro Miguel (Al-Sadd), Musaab Khidir (Al-Sadd), Tarek Salman (Al-Sadd), Bassam Al-Rawi (Al-Duhail), Boualem Khoukhi (Al-Sadd), Abdelkarim Hassan (Al-Sadd), Homam Ahmed (Al-Gharafa), Jassem Gaber (Al-Arabi)

MEIO-CAMPISTAS: Ali Asad (Al-Sadd), Assim Madibo (Al-Duhail), Mohammed Waad (Al-Sadd), Salem Al-Hajri (Al-Sadd), Moustafa Tarek (Al-Sadd), Karim Boudiaf (Al-Duhail), Abdelaziz Hatim (Al-Rayyan), Ismail Mohamad (Al-Duhail)

ATACANTES: Naif Al-Hadhrami (Al-Rayyan), Ahmed Alaaeldin (Al-Gharafa), Hassan Al-Haydos (Al-Sadd), Khalid Muneer (Al-Wakrah), Akram Afif (Al-Sadd), Almoez Ali (Al-Duhail), Mohamed Muntari (Al-Duhail)


São 10 jogadores naturalizados, nascidos em oito diferentes países (Argélia, Egito, Gana, Sudão, Bahrein, Iraque, França e Portugal). Karim Boudiaf, por exemplo, nasceu na França e tem descendência marroquina e argelina; jogou nas categorias de base da seleção argelina, mas se naturalizou catari nove anos atrás.

Filho de pai tanzaniano e mãe iemenita, Akram Afif, de 26 anos, é o principal jogador da seleção. Nascido no Catar e moldado na Aspire Academy, grande centro de treinamento de Doha, com períodos de estágio na base do Sevilla e do Villarreal. Em meio a cinco temporadas no futebol europeu, se tornou o primeiro catari contratado por um clube da LaLiga ao assinar com o Villarreal, quando tinha 20 anos de idade.

Como país-sede, o Catar está no grupo A da Copa do Mundo, o mesmo de Equador, Holanda e Senegal. A seleção catari fará o jogo de abertura no dia 20 de novembro, contra os equatorianos.

Postar um comentário

0 Comentários