Final da Libertadores: Flamengo e Athletico-PR têm números parecidos em torneios continentais na última década

 
Se o Flamengo está de olho no 'tri', o Athletico-PR mira um título inédito. Neste sábado, quando as duas equipes entrarem em campo em Guayaquil para a final da Libertadores, serão 90 minutos de emoção. Afinal, a partida coloca frente a frente dois times que, na última década, têm números bastante parecidos no que se refere a competições continentais.

Dados trazidos pelo GE mostram que os rivais acumulam, de 2013 para cá, dez participações em torneios sul-americanos e duas conquistas cada - os cariocas ganharam a Libertadores de 2019 e a Recopa de 2020, enquanto os paranaenses garantiram os troféus da Sul-Americana de 2018 e 2021. Até o número de vices é igual, com o Athletico-PR ficando em segundo na Recopa de 2019 e 2022, e o Flamengo, na Sul-Americana de 2017 e na Libertadores de 2021.

No quesito mata-mata, também não há quase diferença. O aproveitamento, por exemplo, é exatamente o mesmo: 75%. "O Furacão jogou 24 confrontos eliminatórios pela América do Sul na última década e venceu 18, enquanto o Flamengo disputou esse tipo de duelo em 20 oportunidades e levou a melhor em 15 deles", destaca a fonte citada.

A partir das 17h deste sábado, então, teremos uma espécie de 'tira-teima'? É bem por aí...


Postar um comentário

0 Comentários