Cruzeiro x Ponte Preta: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem


Cruzeiro e Ponte Preta se enfrentam, nesta quinta-feira (16), às 16h, no Mineirão, em jogo válido pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Ambos os times vem de derrotas na rodada passada. A Raposa perdeu no Maracanã para o Vasco da Gama e a Macaca sofreu em casa para o Londrina.

O objetivo do clube celeste é abrir seis pontos de vantagem na liderança do campeonato para chegar cada vez mais próximo do acesso à elite do futebol. Já o alvinegro busca sair da zona de rebaixamento, já que atualmente ocupa a 17ª colocação com 12 pontos.

A Ponte precisará quebrar um tabu de 10 anos para sair do Mineirão com os três pontos, afinal, a última vez que a Macaca ganhou da Raposa em um estádio mineiro foi em agosto de 2012.

Na ocasião, a partida foi válida pela Séria A do Campeonato Brasileiro e o placar terminou em 2 a 1. Cicinho e Marquinhos fizeram os gols alvinegros e Borges descontou para o time celeste.

Nesse período, seis partidas foram disputadas em Minas Gerais, entre os clubes, com cinco vitórias para o clube mineiro e um empate.

Ao longo da história, os times se enfrentaram em 29 partidas, todas pelas séries A e B do Brasileirão. O retrospecto para o Cruzeiro é de 17 vitórias, sete empates e sete derrotas.

Na partida desta quinta-feira, o Cruzeiro terá um grande reforço: sua torcida. Cerca de 58 mil ingressos já foram comercializados, segundo o clube.
  • Data e horário: Quinta-feira (16 de junho) às 16h
  • Local: Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), Belo Horizonte (MG)
  • Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
  • Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
  • VAR: Rodrigo D Alonso Ferreira (SC)
  • Transmissão: Premiere
PROVÁVEIS ESCALAÇÕES:

CRUZEIRO: Rafael Cabral; Zé Ivaldo, Lucas Oliveira e Eduardo Brock; Willian Oliveira, Neto Moura, Canesin e Matheus Bidu; Daniel Jr., Rafa Silva e Edu

PONTE PRETA: Caíque França; Igor Formiga, Fábio Sanches, DG (Fabrício) e Artur; Felipe Amaral, Léo Naldi e Ramon; Fessin, Echaporã e Luiz Fernando (Ramires ou Fraga).


Postar um comentário

0 Comentários